Sobre Esquecer Ofensas e Insultos

por Quintus Curtius, o original está aqui.

Tradução por Daniel Castro.

É uma boa coisa para nós cultivar nosso espírito agressivo. A vida requer participação, e a participação demanda resistência e adrenalina; e aquele que entra na batalha com um espírito de submissividade tímida provavelmente conseguirá o que pede. Tudo isso é verdade. Porém a resistência paciente do burro de carga pode ser tão valiosa quanto a fúria explosiva da pantera: aquele triunfa ao ser capaz de resistir, enquanto esta pode ficar fatalmente exausta após sua explosão inicial de energia se exaurir. A vida mais vezes demanda a habilidade de absorver punições do que a de inflingi-la aos demais.

Central para tal ideia de resistência é nossa habilidade de cultivar uma pele grossa. Nós somos diariamente cercados por distrações, bobagens, tolices, e estupidez. Encontramo-nos atacados, atormentados e acossados por patifes e críticos inferiores* de todas as formas e tamanhos. A cultura de busca por atenção em que vivemos garante-nos um fluxo constante de tal exposição e tratamento. Isto não podemos mudar; mas podemos mudar nossas reações a ela. Parece a mim – ou pelo menos isto é verdade em minha própria vida– que é vitalmente importante cultivar uma habilidade de “deixar coisas que não são importantes no grande plano das coisas. Temos de aprender a distinguir o que é importante, do que não é importante. Desconsiderações e insultos irão gerar o fogo da ira: mas temos de aprender a distinguir as batalhas que importam das que não importam. Isto leva tempo, experiência, e o cultivo de uma grandeza de alma (magnitudo animi), sobre o que eu já falei bastante no passado, especialmente no livro On Duties.

Nem toda ofensa pode ser retificada.  Nem toda injustiça pode ser consertada. Gastar nossas vidas curtas mexendo e estressando-nos sobre cada desfeita nos deixará na verdade sem elas. Nenhum homem jamais ganhou por litígios prolongados; e nenhuma nação jamais se beneficiou de guerras prolongadas: e tais são as palavras de alguém que tem sido tanto um advogado quanto um militar. Na vasta maioria das situações, quanto mais cedo um conflito for resolvido, é melhor. Isto é assim mesmo que ambos os lados saiam sem se sentirem completamente satisfeitos. De fato, é minha experiência que o acordo ideal é aquele que deixa ambos os lados levemente insatisfeitos. Cada uma das partes não teria tudo o que queriam, e isto é uma medida de justiça. O burro de carga é sábio nos caminhos da resistência e da auto-preservação. Ele absorverá um pouco de punição, e nunca agirá por malícia. Ele sabe quando abaixar a cabeça, e seguir em frente. Ele é sábio em sua conservação de energia: ele não perderá seu tempo e energia em coisas que lhe dão retornos decrescentes.

Considere alguns exemplos deste princípio. O rei Pirro do Épiro (318 A.C.–272 A.C.) era conhecido por sua habilidade como general e como um administrador competente. Ele também era sábio sobre os modos dos homens, sabendo distinguir o que era importante do que não era. O autor romano Valerius Maximus nos conta (no primeiro volume de seu Feitos e Ditos Memoráveis) uma anedota sobre o rei que revela sua qualidade de indulgência.

Continuar lendo

Anúncios
Publicado em Desenvolvimento pessoal, Filosofia | Marcado com , , , , | 3 Comentários

3 Motivos pelos quais Homens Deveriam Evitar Produtos de Soja

Tradução por Daniel Castro

A resposta curta é: para “pessoas” como um conceito vago, não. Ela te manterá vivo e funcionando. Mas para HOMENS, especificamente, tentando ser os melhores homens que eles podem ser, a resposta é um sonoro sim.

O que ela faz, e porque ela é tão comum

Conforme eu disse acima, a soja lhe manterá vivo — é uma proteína completa, o que significa que você terá bastante proteína para o seu dia a dia. Isto, nem mesmo eu discordo.

Conforme muitos já apontaram, a soja é realmente uma comida e aditivo de comidas extremamente comum, e não somente em sua nativa Ásia Oriental mas em todos os demais pontos da Rosa dos Ventos também. Perceba que os três maiores produtores de soja, que juntos respondem pela maioria (80+%) da produção de soja estão todos no hemisfério ocidental: os EUA, o Brazil, e a Argentina.

E de fato, quando digo que ela é extremamente comum, não quis usar uma hipérbole. Além de ser comida em seu estado natural, a soja é processada em diversas comidas como os famosos tofu e tempeh e óleo de soja. Se isso não fosse suficiente, a proteína vegetal texturizada, é um produto de soja que é usado para dar volume ou substituir produtos de carne/laticínios e como um realçador de sabor.

Porque ela é tão comum? Enquanto alguns teóricos de conspiração sem dúvida diriam que é tudo um plano monstruoso de Illuminati/Judaico-Satanistas para emascular homens ao redor do mundo, eu não acredito que seja o caso. Francamente, eu sempre acreditei na navalha de Hanlon, a ideia de que você nunca pode atribuir à malícia algo que possa ser atribuído à estupidez — e eu parafrasearia com “preguiça” no lugar de estupidez. (NT.: Larken Rose tem um ótimo argumento contra esse parágrafo, aqui).

O motivo simples da preponderância da soja na dieta moderna é simplesmente que ela é barata, e corporações são primordial —e totalmente— negócios, procurando maximizar seus rendimentos e minimizar os gastos. Assim, uma fonte barata de proteína como a soja é comum, não importam seus efeitos colaterais. E quais são tais efeitos colaterais que deliberadamente causam danos a homens?

1. Problemas Hormonais

Produtos de soja inerentemente contém fitoestrogênios, que podem ter um efeito estrogenizante no corpo humano. De fato, eles foram ligados a efeitos positivos para mulheres, incluindo a redução de certos tipos de câncer — e isso por acaso é o mesmo efeito que pode ocorrer com alguns tipos de suplementação com estrogênio.

Já que o caso é este, podemos também discutir o inverso (i.e. os mesmos efeitos estrogenizantes que são bons para mulheres serão claramente ruins para homens). É claro, a questão é alvo de debates, mas mais que um estudo já demonstraram efeitos hormonais negativos da soja em homens.

2. Diminuição da Fertilidade Masculina

Relacionado ao ponto acima, uma dieta com muita soja também é ligada a disfunção de fertilidade em homens: menos espermatozóides e menor qualidade do sêmen. Se você lê este site, provavelmente já sabe que os níveis de testosterona no mundo ocidental são menores do que os das gerações anteriores, e não apenas isso, mas diversos estudos confirmaram que a testosterona e quantidade de espermatozóides têm caído EM TODOS os países ocidentais.

Novamente, provavelmente isto não advém de um conspiração deliberada, mas de um efeito colateral infeliz da vida estar mais barata e de menor qualidade.

3. Flatulência

E agora indo para uma direção mais vulgar, comer um excesso de produtos de soja tem sido ligado a problemas gastrointestinais. E não há necessidade de dizer, ser associado com fedor de flatulência não lhe ajudará em muitas coisas que você tentar fazer, seja forma física, sedução ou negócios.

Enquanto alguém pode acreditar ou não nas mudanças fenotípicas associadas com o estereótipo de homem fraco, magricela, comedor de soja, as três razões acima são suficientes para qualquer homem evitar essa comida.

O que Fazer

Já que a soja não é necessária numa dieta, evitá-la não deve ser muito difícil. Leia todas as embalagens de produtos alimentícios, evite tudo que tenha soja, e evite comê-la diretamente. Consuma proteínas de origem animal no lugar.

Faça essas mudanças simples, e veja sua saúde e masculinidade melhorarem.

Publicado em Nutrição | Marcado com , | Deixe um comentário

Jejum Intermitente Parte 2

por Ludvig Sunström, o original está aqui.

Tradução por Daniel Castro.

Ok caras, minha abordagem a este artigo é a mesma da parte 1– eu apresentarei os fatos do livro Fast-5, escrito por Bert W. Herring M.D.

Porém, eu assumirei que você agora entende o básico.

Este livro é um pouco diferente porque a mensagem é dirigida mais a “pessoas normais”, e menos para aquelas que gostam de ficar em forma e treinar. Há mais ênfase na dieta e no processo de jejuar neste livro, e ele promove uma janela de alimentação de 5 da tarde às 10 da noite, seguida por um período de jejum de 19 horas até as 5 da tarde do dia seguinte.

(Eu tentei esta abordagem de 5/19 vs a do leangains de 8/16 e não percebi diferenças grandes. Porém eu acho mais fácil comer duas grandes refeições com a leangains porque 5 horas não é o suficiente para mim ficar com fome de novo – Eu poderia também comer somente uma grande refeição naquele caso).

fast-5

Principais Pontos do Fast-5

Jejuns

Uma vez que você esteja em estado de jejum, e seu corpo estiver usando energia armazenada (gordura) ao invés de glicose recém absorvida da digestão da comida, é mais fácil manter este estado do que ficar alternando entre gordura e glicose e de volta de novo. Ficar alternando a fonte de energia causa flutuações nos níveis de hormônios relacionados à fome como insulina, grelina, leptina etc..

Quando você está se ajustando à dieta, seu corpo está no processo de mudar sua fonte primária de energia da glicose para cetonas e ácidos graxos liberados das células adiposas. Conforme sua reserva de glicose é exaurida, o processo de queima de gordura se inicia, tornando mais fácil a seu corpo se adaptar.

A sensação de fome pode ser causada mais pela mudança dos níveis destes hormônios do que da ausência de comida no estômago ou intestinos. Isto é fome hormonal.

Fome Límbica

Você já parou para pensar porque você aparentemente não consegue parar uma vez que você começa a comer, por exemplo, sorvete ou batatas fritas?

O motivo pelo qual você não quer comer somente uma batatinha é a FOME LÍMBICA. Ao comer a primeira batatinha você dispara mais apetite devido a primitivos sinais límbicos que dizem aos nossos cérebros que deveríamos comer o máximo possível enquanto a comida está disponível, e além disso ela te causa um pico de insulina. Isto aumenta sua sensação de fome, e irá te induzir a comer o pacote todo de batatas a menos que você tenha força de vontade para não comê-lo.

limbic hunger

(Basicamente a fome límbica existe desde que éramos homens das cavernas e era uma ideia esperta comer muito de uma vez porque a comida era escassa e poderia se passar muito tempo antes que encontrássemos mais dela.

Esta é a explicação porque é mais fácil não comer nada do que comer só um pouco. É uma má ideia lanchar ou comer um pouco porque isto aumenta seus níveis de insulina e dispara sua fome límbica. Para mim este efeito de fome límbica é muito forte porque minha sensibilidade à insulina é baixa, uma vez que sei que cometi esse erro muitas vezes, e por experiência sei que é muito mais fácil me abster de comer em primeiro lugar).

Fome Somática

Esta é a sensação de desconforto na barriga que é muitas vezes chamada de fome ou pontadas de fome. Quando o estômago está vazio, hormônios são enviados para informar ao cérebro.

Café da Manhã

O café da manhã é a refeição mais importante do dia?

Continuar lendo

Publicado em Nutrição, Saúde | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Pensamentos Aleatórios 8

por Daniel Castro. Leia a parte 7 aqui.

Resultado de imagem para o pensador

Leitores do meu blog já devem ter percebido que sempre traduzo textos de Ludvig Sunström. Agora estou lendo seu livro, Breaking Out Of Homeostasis. Ele traz uma ampla variedade de dicas práticas de como melhorar a vida do leitor. Dicas sobre nutrição (jejuns por exemplo), como ativar diversas partes do cérebro, histórias de sucesso (e de insucesso), e muitas outras coisas.

O ponto principal é que o seu corpo sempre vai tentar conservar o máximo de energia possível (ou seja, tentará manter a homeostase). É por isso que mudar sua dieta é tão difícil. É por isso que tirar a bunda da cadeira e ir para academia é tão difícil, a menos que a motivação seja forte. Ou mudar sua opinião política, sobre esportes, sobre a camada de ozônio ou que quer que seja. Tais coisas demandam mais energia que o corpo está acostumado a gastar, e ele resistirá a isso.

Toda nossa genética é baseada em milhões de anos de evolução quando alimentos eram escassos. E a homeostase é o método pelo qual seu corpo tenta economizar energia para os tempos de vacas magras. Hoje porém, o problema é o oposto, temos facilidades demais. Então, se você pretende trilhar o caminho do desenvolvimento pessoal, mantenha sempre isso em mente.

Porém, a lição mais importante do livro está nas entrelinhas: se é difícil mudar a nós mesmos, mudar os outros é quase impossível. Passe uma dieta e um plano de treino impecáveis para alguém que talvez precise disso e veja ele criar racionalizações mais diversas para não segui-los. Dê um argumento irrefutável sobre um assunto qualquer e veja o ouvinte deixar de usar a lógica para proteger suas crenças. É a homeostase em ação, e o na maioria das vezes o melhor que pode ser feito é entender que ela é muito poderosa. A tendência à conservação de energia é mais poderosa que a vontade de raciocinar e agir.

A menos é claro, que você se acostume a raciocinar e agir. Para qualquer mudança de hábito (para um novo hábito que demande mais energia) precisamos inicialmente de motivação e disciplina, e depois o hábito se torna natural.

As evidências que carboidratos simples são prejudiciais, e que gordura não é vilã já existem há dezenas de anos, mas só uma pequena parte da população acredita nelas. E tudo é obra de uma campanha enorme do governo americano (e de outros), baseada no estudo fraudulento dos 7 países de Ancel Keys. Mas acreditar no senso comum é mais fácil que pesquisar seriamente.

Em suma, eu descreveria a homeostase como “heurísticas incorretas”.

Às vezes eu prefiro que eu tivesse nascido na Rússia ou Irlanda.

Gregório de Matos foi um tipo de Mamonas Assassinas do século XVII, e em sua época foi exilado em Angola. O que seria dele hoje em dia? Talvez morresse num acidente de avião.

O Siciliano e O Poderoso Chefão são dois grandes livros de Mario Puzo. O primeiro é menos conhecido que o segundo, mas também o recomendo fortemente. Já Os Bórgias não é tão bom.

Dinosaur Training, de Brooks Kubik é um excelente livro sobre musculação. Focando no lado prático da coisa, o livro também promove um foco em treinos com exercícios compostos, treinos de pegadas (antebraço), e treinos com objetos que não sejam barras convencionais. Ou seja um treino que dá força para a vida real, e não somente estética. Altamente recomendado.

Eat. Stop. Eat. por sua vez, um livro de Brad Pilon, não me pareceu tão bom. Embora ele promova o conceito sólido de jejuns intermitentes, sua alegação de que “a ÚNICA coisa provada em nutrição é que jejuns são efetivos para a perda de peso” me pareceu uma afirmação tola, ou caça-níqueis. Lerei o restante do livro antes de consolidar um julgamento porém.

Por fim, mando um salve pro leitor Marcus Vinicius, que me avisou do novo livro do Nassim Taleb, o Skin in the Game. Se você já leu o Antifrágil, fica aqui minha recomendação para o novo livro, que será publicado em 27/02/2018.

Publicado em Miscelânea | Marcado com , , , , , , , | 2 Comentários

Jejum Intermitente Parte 1

por Ludvig Sunström, o original está aqui.

Tradução por Daniel Castro

eat stop eat

Nesta série de artigos eu explicarei como o jejum intermitente funciona.

O jejum intermitente é popularmente conhecido pela maioria das pessoas de ser quando você se recusa a comer por pelo menos 15 horas por dia, o que o deixa com uma janela de alimentação de no máximo 9 horas por dia.

Existem diferentes fontes de informação (livros, websites etc.) e “especialistas” de JI que recomendam abordagens diferentes. Eu pretendo resumir o que algumas delas têm a dizer, e adicionar alguns comentários próprios também.

Eu irei brevemente listar as implicações do jejum intermitente nesta parte 1 para poupar tempo para aqueles que querem conclusões chave ao invés de se imergirem profundamente no tema. Para aqueles que quiserem aprender mais – leiam as partes seguintes, eu irei aprofundar e demonstrar fontes onde você podem ler mais sobre JI.

As Consequências do Jejum Intermitente

A maioria da sabedoria popular sobre jejuns está errada.

Faça a si mesmo um enorme favor e esqueça tudo que você já ouviu. A maioria desta informação falsa foi infiltrada através de campanhas de propaganda brilhantes pelas indústrias alimentícias e de suplementos, e propagada por pessoas ignorantes simplesmente repetindo informações sobre as quais elas não sabem nada ou quase nada a respeito.

Não se esqueça que existem grandes incentivos para estas indústrias para que você coma mais merdas insalutares ou empurrem produtos para cima de você que não tenham nenhuma prova de produzirem efeitos positivos para sua saúde. A maioria das recomendações de suplementação é inadequada e o incentivam a usar o produto mais do que você necessita para que você corra à loja para comprar mais dele mais rapidamente.

Não é coincidência que a maioria dos suplementos ou substitutos de refeição aleguem explicitamente que você precisa tomá-los a cada poucas horas para “garantir que seu corpo não entre em estado catabólico”, o que é na verdade a técnica de marketing mais comum para tais produtos.

  • você pode comer de 1 a 2 refeições maiores por dia ao invés de 6 pequenas e ter melhores efeitos. Comer mais refeições pequenas NÃO aumenta seu metabolismo devido ao ETC – o efeito térmico da comida.
  • Café da manhã NÃO é a refeição mais importante do dia. Na verdade ele faz mal à maioria das pessoas.
Skip breakfast. Especially cereal.

Evite o café da manhã, principalmente os cereais.

  • Comendo menos vezes e assim sendo aumentando o tempo que você passa em jejum, seus níveis de insulina caem o que por sua vez aumenta a quantidade de gordura que você queima – o que obviamente leva a menos gordura corporal.
  • Jejuar aumenta o hormônio de crescimento (GH). O hormônio de crescimento é muito importante e quase que como uma pílula mágica para a saúde.
  • Seu corpo NÃO é limitado a consumir de 30 a 40 gramas de proteína por refeição. Não seja atropelado pela “ciência dos manos” de consumir 3 ou mais shakes de proteína por dia. Seu corpo digere proteína num ritmo de cerca de 3 a 10 gramas/hora dependendo de que tipo de fontes ela vem e do que sua refeição é composta. Por exemplo whey é absorvida rapidamente num ritmo de 8 a 10g/h enquanto proteína de ovos é absorvida lentamente, a cerca de 3g/h.

(Eu costumava beber de 2 a 3 shakes de proteína por dia e isso me levou a acumular gordura corporal e ter problemas estomacais que agora estou corrigindo. Tais problemas se manifestaram como gases, inchaço e ocasionais dores estomacais. Não beba proteína whey de baixa qualidade em excesso.)

  • Você se fica com a mente mais clara e produtiva como efeito imediato de não ter de constantemente digerir comida por estar comendo a cada 3 horas aproximadamente.
    A maioria das pessoas não têm ideia do que é passar fome. Você poderia ficar mais de 72 horas sem comida sem que isso fosse particularmente insalutar, embora eu não recomende. O que a maioria das pessoas se refere como “fome” é somente um hábito hormonal que elas fortaleceram ao longo do tempo.
  • Ao lanchar (especialmente comidas açucaradas e a maioria dos carboidratos em geral) você elevará seus níveis de insulina e isto te deixará com mais fome embora seu corpo não precise comer.
    Altos níveis de insulina fazem seu corpo acumular gordura. Açúcares te engordam, não gorduras saturadas.
  • Você pode se sentir com fome ou fraco na primeira semana ou duas para se ajustar, mas isso logo irá passar, ao menos para mim aconteceu isso quando eu mudei para o JI (NT.: comigo aconteceu algo parecido, hoje faço JI sem nem pensar ou fazer qualquer esforço. Para jejuns um pouco maiores (acima de 20h) ainda não me adaptei completamente).

Agora vamos revisar minha notas sobre o livro mais famoso sobre JI, Eat Stop Eat – que promove jejuns de 24 horas uma vez por semana.

Continuar lendo

Publicado em Nutrição, Saúde | Marcado com , , , , | 1 Comentário

Os Diversos Usos do Vinagre

por Larsen Halleck, o original está aqui.

Tradução por Daniel Castro.

Lembram o artigo que escrevi algum tempo atrás sobre os diversos usos do bicarbonato de sódio? Claro que sim, e tenho esperanças que você já implementou pelo menos alguns daqueles usos para ele.

Sabendo que eu fico alegre que enfiar os dedos nos olhos das corporações americanas (conforme você já sabe após ler o artigo sobre o bicarbonato de sódio, e vários outros), este artigo lidará com outro produto comum e barato que você pode usar para diversas coisas em sua vida: vinagre!

O vinagre é um composto que consistem principalmente de água e cerca de 5 a 20% de ácido acético (um ácido leve e ingestível). Deste modo, ele é usado comumente na preparação de comidas e para adicionar um pouco de paladar a ela. Mas ele pode fazer muito mais do que isso!

(Como uma nota anexa, o vinagre é uma das poucas coisas comestíveis que tem uma validade essencialmente ilimitada. Então, quando você o comprar, não precisará comprá-lo novamente por um bom tempo).

Para começo de conversa, de 20 a 50 gramas de vinagre bebidos diretamente melhoram a saciedade (e assim reduzem o consumo calórico), e reduzem o índice glicêmico das comidas— o que ajuda àqueles que sofrem de diabetes.

Mias notavelmente, o vinagre é um poderoso antimicrobiano— você provavelmente já o usou para desinfetar comidas cruas como sushi, mas ele também pode ser usado como um produto de limpeza doméstico. Ele dissolve depósitos minerais comuns encontrados em potes de café e vidros, e também é um polidor eficiente para a maioria dos metais.

Ele pode remover entupimentos e resíduos de adesivos.

Muitas pessoas provavelmente já conheciam estes usos comuns para o vinagre, mas há muito mais neste produto que pode surpreendê-lo.

Adicionar meia xícara à sua lavagem de roupas reduz a estática e impede a poeira do secador de aderir às suas roupas (e claro que eu sempre irei argumentar que um homem deve saber se vestir decentemente).

Ele é um poderoso herbicida para quem tem jardins.

Ele pode clarear seus dentes (escove com vinagre uma vez por semana, já que fazer muito frequentemente pode danificar seus dentes e te dar mau hálito).

Ele repele parasitas da pele de seus animais de estimação.

Adicionar duas colheres de sopa dele em água fervendo impede que as cascas de ovos de quebrarem, fazendo de sua remoção algo fácil.

Ele afrouxa parafusos enferrujados.

Ele também pode ser usado para anular picadas de águas-vivas e mordidas ou picadas de insetos.

E finalmente, ele é bom para alguns problemas de pele: lavar seu cabelo com vinagre de maçã uma vez por semana cura caspa, e se por alguma razão estranha você quiser amaciar seus pés, você pode usar o vinagre neles também (minha namorada faz isto, e é por isso que eu mencionei).

Eu penso que isto lhe dá razões suficientes para usar o vinagre, e nem falei de coisas como “vinagre de maçã faz você perder peso” ou “você pode usá-lo como uma ducha”.

Então o que você está esperando? Saia e vá comprar um pouco de vinagre agora.

Pesquisar imagens com a expressão “Vinagre Gostosa” não deu muito certo.

Publicado em Miscelânea, Saúde | Marcado com , | Deixe um comentário

Pense Como um Investidor: Evite Erros (e Por Que Você Deve Jogar o Jogo do Perdedor)

por Ludvig Sunström, o original está aqui.
Tradução por Daniel Castro

avoid mistakes

“Um investidor precisa fazer muito poucas coisas corretas desde que ele não cometa grandes erros.”

–Warren Buffett

Charles Ellis escreveu o ensaio agora famoso The Loser’s Game em 1946. Nele ele comparaca esportes — tênis en particular — a investimentos.

Ellis fazia a distinção entre o “jogo do perdedor” e o “jogo do vencedor”. Em tênis isto era mais ou menos assim. . .

Jogo do Vencedor

Jogado por jogadores profissionais de tênis.

O modo de fazer pontos — e vencer — é acertando aquele serviço especial no qual você trabalhou por tanto tempo. Ou por acertar um bola poderosa que só pode ser feito quando o tempo de execução é perfeito.

Jogo do Perdedor

Jogado por todo mundo que não é um profissional de tênis.

O modo de fazer pontos — e vencer — é manter a bola em jogo e não tomar riscos desnecessários. Simplesmente foque em evitar erros e você estará bem. Não dê pontos fáceis a seu adversário, por exemplo dando a ele a chance de usar um smash.

Estes dois estilos se baseiam em estratégias completamente diferentes.

O jogo do vencedor é sobre fazer movimentos diferentes, ter maestrias de tempos, ser mais esperto que seu adversário e assumir riscos.

O jogo do perdedor é sobre aderir ao básico, evitar erros e minimizar riscos desnecessários.

Porém, investir é mais complicado que esportes. O sucesso na vida também é mais complexo (e menos previsível) do que esportes são. . .

. . . Mas a analogia ainda é válida

Então, qual destas duas estratégias é mais importante de ser usada em sua vida?

Você adivinhou: O Jogo do Perdedor.

Mesmo que seja tentador jogar o jogo do vencedor, você só deve fazê-lo nas raras circunstâncias em que você realmente for o profissional. Geralmente você não é o profissional.

Ainda assim a maioria das pessoas pensam que são.

–E deste modo, elas acabam fazendo coisas estúpidas porque superestimam sua própria habilidade ou inteligência. Elas sofrem com egos inflados.

Para ser capaz de ter uma performance melhor que a do mercado, você precisa pensar melhor que o consenso. Você é capaz de fazer isso? E por que você pensa assim?

–Howard Marks, The Most Important Thing

Para você pensar melhor que o consenso você tem de ser acima da média — e não somente para investimentos. Isto é assim para tudo.

Existem diversos tipos de pesquisa sobre isso, e a conclusão geral é que: A maioria das pessoas pensam que elas são acima da média em praticam!) que perguntou a pessoas se elas acreditavam serem melhores que a média em dirigir. Quais foram os resultados?

Cerca de 90 % das pessoas acreditavam que eram melhores motoristas que a média.

Obviamente isto não pode ser verdade, já que somente 49 % das pessoas podem estar acima da média. Este viés cognitivo de superestimar suas próprias habilidades é muitas vezes chamado de tendência de auto-consideração excessiva.

E então houve um teste feito duas vezes, uma em 1945 e a outra em 2003. Foi perguntado “você é uma pessoas importante?” Na primeira vez 2 de cada 10 responderam que “Sim, eu sou uma pessoa importante”. Na segunda vez, em 2003, 6 de cada 10 responderam o mesmo. As evidências estão aí. . .

. . . Nós vivemos numa sociedade com muitas pessoas com egos iludidos.

Há um ditado no pôquer. Eu tenho certeza que você já o escutou:

Se você não consegue saber quem é o pato da mesa, então adivinhe? Você é o pato.

Sempre que você não puder saber quem é o pato você deve assumir que você é ele, e:

Segure bem seu dinheiro e saia de lá o mais rápido possível, ou

  1. Jogue por diversão e imponha um limite claro de recursos e quando você desistirá (como um cara rico em Las Vegas)
  2. Se você tiver de jogar, deve jogar o jogo do perdedor (e evitar erros)

Ainda assim, por conta da tendência de auto-consideração excessiva a maioria das pessoas não fará nenhuma destas coisas. Eles jogarão o Jogo do Vencedor ao invés.

Isto é porque elas pensam serem melhores do que realmente são, embora elas não tenham nenhuma experiência sólida na qual basear tal crença.

Eu sei o que você está pensando:

Como elas podem ser tão incompetentes?

Continuar lendo

Publicado em Desenvolvimento pessoal, Economia | Marcado com , , , , , , , | 3 Comentários