Sociedade por Procuração: Estamos Cognitivamente Preparados para o Capitalismo?

Por Ludvig Sunström, o original está aqui.

Tradução por Daniel Castro.

Eu considero o fato de que somos evolutivamente mal adaptados à maioria do mundo moderno como uma das mudanças mentais que já tive.proxy society

Uma das maiores dessas más adaptações é o sistema capitalista.

Todos sabemos que o Marxismo, Comunismo, Esquerdismo não funcionam. Se eles funcionassem, eles teriam companhias prósperas e pessoas felizes. Não é necessário u gênio para entender que se roubar das pessoas o incentivo para trabalharem duro e criarem coisas novas…….

……você acabará com uma sociedade ruim.

Então por que tais ideologias tornam-se populares? Porque elas são simplistas e falam ao coração.

O capitalismo, por outro lado, é complexo.

O camponês [medieval] conhecia a ordem das coisas, a estrutura de poder. Ele sabia que o rei e os prelados estavam no comando.

Nós agora vivemos em uma sociedade por procuração, com camadas, e camadas e camadas, onde o significado está escondido de nós. O capitalismo recompensa a especialização e a divisão do trabalho. Comparado ao artesão do século XVIII (que fazia tudo sozinho), a maioria dos aspectos dos processos de trabalho agora estão escondidos de nós. Eu conheço uma garota cujo único trabalho é fazer relatórios. Os empregados de uma grande companhia global raramente têm conhecimento de toda a cadeia de valor, ou de como eles contribuem para o todo.

Karl Marx escreveu sobre 4 modos de alienação do trabalhador em relação ao seu trabalho:

  1. Alienação em relação ao seu produto
  2. Alienação em relação ao ato de produzir
  3. Alienação em relação à essência da espécie humana
  4. Alienação em relação a outros trabalhadores

O modo de prosperar numa sociedade por procuração é se tornar mais esperto e dominar um Pensamento de Ordem Mais Elevada.

Mas é difícil e incômodo pensar. Isso não será feito a menos que haja algum sentido e curiosidade. Numa sociedade por procuração, somente aqueles capazes de produzir seu próprio significado e curiosidade-seu próprio Senso de Admiração- são aqueles com um córtex pré-frontal forte, ou que tinham um missão instilada desde o nascimento, como o Fantasma. O homem forte não precisa de religião formal, ele cria sua própria filosofia.

Um Encontro na Floresta

Recentemente, conforme eu comecei a trabalhar na versão atualizada e expandida de Breaking out of Homeostasis, (NT.: é um excelente livro, eu recomendo) eu mantive isso primordialmente para mim mesmo (de tal modo que minhas ideias não sejam perturbadas). Eu tenho mantido horas de acordar estranhas e fui dar passeios solitários no meio da noite, em florestas.

Em uma dessas caminhadas eu passei por um pequeno acampamento de vagantes e pedintes. Eles haviam coletado grandes pilhas de itens (principalmente coletados no lixo e lixeiras da cidade) e haviam cavado um grande buraco no chão e usado para o descarte de bagulhos. Para meu espanto ele estava cheio de itens de plástico e vidro.

Eu pensei comigo mesmo: Estas pessoas estão mal adaptadas ao capitalismo. Eles são como aborígenes coletando e caçando em território estranho. Então eu pensei, eles são Homo Sapiens e eu também. Nós somos todos um bando de animais. Que de algum modo inventamos tecnologias, máquinas, e mercados globais… é assustador, e bastante incrível. Mas mate todo mundo com mais de 7 anos e tudo acabaria, bem como nossa cultura coletiva.

Agora, embora estas pessoas das florestas sejam casos extremos de desajuste social, eu não penso que seria não razoável assumir que este seria nosso “padrão”. Existem evidências convincentes de que nós humanos não somos naturalmente equipados para viver numa sociedade moderna.

O mundo é complexo e o capitalismo é difícil de entender.

Por que, eu estava em um pub outra semana com amigos e um casal de idosos chegou perguntando se poderiam sentar ao meu lado (o lugar estava cheio). Eu disse claro, vão em frente. Eles começaram a me contar diversas coisas… por exemplo como eles sentiam que era injusto que pessoas jovens ganhasse tanto dinheiro quanto eles, que tinham 30 anos de experiência, como professora de colégio e médico do exército.

Eu posso entender porque eles poderiam se sentir deste modo. Coloque-se em seus lugares. Eles são sexagenários e ainda não entendem como o capitalismo funciona. Eles não sabiam nada sobre oferta e demanda e posições de barganha. E ainda assim, ambos haviam ido à universidade… feito o que lhes disseram para fazer… e trabalhado desde então. O que mais é esperado de cidadãos? Eu tenho certeza de que eles leem o jornal todos os dias para se manterem bem informados.

Você sabia que Jeff Bezos fez mais de 80 Bilhões de dólares esse caso? No papel, é claro.

Quem é bem sucedido no Capitalismo?

Eu estava relendo o livro Lords of Strategy (NT.: Senhores da Estratégia) outro dia. É um livro de Walter Kiechel, antigo editor da revista Fortune e da Harvard Business Review. LoS te dá o básico da história de 50 anos de consultorias estratégicas (BCG, Bain, McKinsey). Há um trecho que me chamou a atenção:

“….O CEO [da Coca Cola] Roberto Goizueta diria à Fortune em 1990 que ele pensava em como aumentar o valor para os acionistas “da hora em que levanto pela manhã até a hora em que vou para a cama. Penso nisso mesmo quando estou me barbeando.”

Eu não sei sobre você mas há algo nessa afirmação que me soa não natural.

É isso que quero dizer quando falo que o capitalismo é uma sociedade “por procuração”. É como se você estivesse vivendo para outro alguém. Homens das cavernas não tinham de pensar em acionistas.

A maioria das pessoas não pensa como Roberto Goizueta. E eu penso que é necessário um reajuste sério se você quiser pensar como Roberto Goizueta.

O capitalismo é um conceito ardiloso para o cérebro humano

Se isso não fosse verdade, como você explicaria a popularidade das doutrinas esquerdistas?

A invenção do dinheiro e dos mercados talvez seja a melhor da humanidade até agora. MAS!

Precisamos ser mais humildes quanto ao fato de que humanos são mal adaptados evolutivamente ao capitalismo e a mercados globais.

A estrada à frente não será fácil, mas estamos aqui para ficar…

Eu vou deixar vocês com uma citação do empreendedor em série Ola Ahlvarsson:

Eu penso ser extremamente importante que se você pode entender e concordar com a necessidade de desenvolver seu próprio modo de entender o mundo e abraçar sua complexidade, isto é extremamente importante, se quisermos ter uma boa sociedade… a depressão está aumentando loucamente. Atestados médicos também. E assim por diante. Tudo isso é em função de não termos ferramentas e lideranças para gerir uma sociedade mais complexa.

O que você pensa?

Há muitos temas de aulas na escola. Por que não adicionar um chamado “como viver muito e prosperar num sistema capitalista.”

Todos nós tomamos como garantido que sabemos o que é o capitalismo, mas quando você leu por último a esse respeito?

O capitalism é uma sociedade por procuração.

proxy society

Procuração é a autoridade para representar alguém

Pense nisso: 

Temos moedas fiduciárias. (NT.: alguns dos exemplos advém mais de distorções do capitalismo, do deste propriamente dito. Sobre moedas fiduciárias vide O que o Governo Fez com Nosso Dinheiro, ou The Creature From Jekyll Island, por exemplo).

Temos instrumentos financeiros ardilosos: derivativos, obrigações colaterizadas por débito, etc. – isto aponta para algo mais.

Temos companhias e grupos de diretores, para representar os acionistas.

Temos uma cadeia de valor de complexidade e abstração cada vez maiores, com mais camadas de especialização.

Nada disso é simples e direto. É tudo parte de um pensamento de ordem superior. Eu almocei recentemente com Martin Sandquist e apliquei alguma de minhas teorias com ele. Ele disse para ler mais sobre o conhecimento comum.

O capitalismo por natureza é uma sociedade por procuração porque o mercado livre -até onde ele consegue- delega responsabilidades para quem quer que consiga aguentá-las melhor e conseguir o maior lucro.

Isto é algo bom do ponto de vista da eficiência, mas chegou ao ponto em que o cérebro humano não aguenta mais acompanhar, sem ter um treinamento significativo.

É tão complicado que todo mundo pode passar o bastão! Os proprietários cometeram um erro? Atribua-o ao CEO, ele merece a multa rescisória. Os bancos centrais sempre colocam a culpa em outra pessoa. Os líderes do governo fazem isso sempre. Agora quem é que manda mesmo nisso tudo?

Anúncios
Esse post foi publicado em Desenvolvimento pessoal, Economia e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s