O Mito da Fúria dos Esteroides – Testosterona

por George Romasanta, original aqui
Tradução por Daniel Castro

Eu tenho certeza que você já ouviu o estereótipo comum a respeito de homens e testosterona; que ela causa um fenômeno conhecido como “fúria de esteroides” (NT.: roid rage, em inglês). Mesmo sem o uso de esteroides as pessoas tendem a associar a testosterona em geral com problemas comportamentais e abrasividade.

Deixe-me dizer isso: isso é simplesmente estúpido e falso.

Sendo eu alguém do campo médico (um enfermeiro registrado) eu não posso simplesmente deixar tais conceitos idiotas passarem batidos sem ao menos me manifestar. E se eu tivesse 10 centavos para cada vez que alguém falasse sobre fúria de esteroides (e acreditasse nela), eu seria um homem rico. E fica complicado explicar isso para as pessoas várias vezes, então eu escrevi esse artigo.

Aviso legal: o autor desse artigo não promove nem recomenda o uso de substâncias banidas mas acredita que as pessoas dever ter o direito de usá-las se precisarem (embora correta e cientificamente, ou seja de modo seguro) e que a caça às bruxas contra os comerciantes e usuários de esteroides é simplesmente idiota!

Nós não recomendamos (nem ganhamos nada com isso) o uso de substâncias banidas como esteroides anabolizantes – mas eu uso minha liberdade para desmascarar a estupidez que tem sido divulgada sobre a testosterona. Já destruímos o mito de que usuários de esteroides perdem os ganhos de massa muscular assim que param de usá-los em um artigo prévio – na verdade, eles os mantêm após anos estando “limpos”.

Então como você deve ter notado, eu não gosto muito de propaganda. Se há uma crença em que a maioria das pessoas sente ser verdadeira, minha reação instintiva é investigar mais profundamente. E o que eu descobri é que a maioria das coisas que nos falam sobre esteroides ou testosterona em geral são puramente propaganda – puramente mentiras.

A VERDADE:

Caso 1:
Um homem gay quer se tornar uma mulher – ele toma estrogênio e cresce peitos. A sociedade diz que “ela é” uma “heroína” por “sair do armário”.

Caso 2:
Lésbica que se tornar um homem – ela toma testosterona e ganha músculos, barba e um queixo masculino. Novamente, a sociedade diz que “ele é” um “herói” por “sair do armário”.

Caso 3:
Uma mulher toma pílulas de estrogênio como controle de natalidade. Ela pode dormir com vários parceiros sem correr o risco de engravidar mas as pílulas colocam ela sob o risco de desenvolver câncer. Novamente isso é visto como uma intervenção muito aceitável.

Caso 4:
Um homem toma testosterona por qualquer motivo (e há várias razões médicas para fazer isso, uma vez que hoje em dia homens têm níveis anormalmente baixos de testosterona, o que pode levar a várias doenças),  e antes que ele possa terminar de falar as pessoas ficam doidas e de repente nós temos um novo criminoso no quarteirão!

Nós precisamos saber da verdade; não precisamos de alguém ditando para nós o que acreditar e portanto precisamos acabar com esses mitos estúpidos, mesmo se não planejarmos realizar uma suplementação com testosterona exógena, porque no fim das contas – porque tudo acaba em como as pessoas acreditam que a testosterona funciona.

Vamos ser científicos a esse respeito e olhar um estudo duplo cego (o que significa que tanto os pacientes quanto os condutores do estudo não sabem quem estava tomando testosterona ou placebo (NT.: o autor omitiu os condutores do estudo em seu artigo, provavelmente por desatenção) conduzido por Christoph Eisenegger e Michael Naef. Eles administraram testosterona sublingual a 121 mulheres e testaram como elas reagiriam a uma situação de barganha social, e aqui vão os resultados: (link para o estudo)

Em um estudo duplo-cego controlado por placebo, nós administramos uma dose única de 0,5mg de testosterona sublingual a 121 mulheres e investigamos seu comportamento de interação social num paradigma de barganha econômica. Incentivos monetários reais estavam em jogo nesse paradigma; toda jogadora A recebe uma certa quantidade de dinheiro e tem de fazer uma oferta à jogadora B sobre como dividir o dinheiro. Se B aceita, ela fica com o que lhe foi oferecido e A fica com o resto. Se B recusar, ninguém recebe nada. Espera-se de uma jogadora A que procura status social que evite ser rejeitada se comportando de uma maneira pró-social, isto é, fazendo oferta maiores.

Abaixo um vídeo do estudo:

Video Player

00:00
11:51

O que aconteceu foi que as mulheres que receberam testosterona fizeram ofertas melhores, mas aqui vai um ponto importante:

As mulheres que pensavam que receberam testosterona fizeram ofertas ruins (deliberadamente), conforme o gráfico abaixo:

À esquerda o grupo que pensava ter recebido placebo, à direita o grupo que pensava ter recebido testosterona. Em vermelho, quem realmente recebeu testosterona, e em azul, quem recebeu placebo. A escala de 0 a 5 é quanto a razoabilidade das ofertas, 0 para ofertas injustas, até 5 para ofertas mais justas)

Neste caso podemos ver que as pacientes deliberadamente agiram como babacas porque pensaram estar recebendo testosterona – elas se comportaram assim devido ao falso estigma social sobre ela – que ela torna as pessoas rudes e antissociais, e isto não poderia estar mais longe da realidade. Neste caso as pacientes inconscientemente (ou conscientemente) viveram de acordo com estas crenças;

Enquanto que as pacientes que realmente receberam testosterona se comportaram mais socialmente (deram ofertas maiores)

E há muitos outros estudos e artigos publicados que demonstram essa falácia. E se você ainda pensa que testosterona torna as pessoas rudes, pense sobre isso:

Homens velhos são mal-humorados porque têm pouca testosterona

É fato que níveis adequados de testosterona deixam as pessoas mais saudáveis, felizes e melhor no que elas fazem. A testosterona é o hormônio que faz os homens fazerem grandes coisas; e embora possa ser argumentado que criminosos de alto nível são homens com alta testosterona também é verdade que aqueles grandes homens que ajudam a humanidade a avançar o fazem com auxílio de seu alto nível de testosterona.

É natural que existam pessoas boas e pessoas desonestas, e estas causam todo tipo de dor a outras pessoas, sem a necessidade de intervenção médica (testosterona exógena)! De fato a maioria dos fdps que você vê na TV cometendo estupros, assassinatos e tiroteios em escolas são homens com baixa testosterona e que fazem pouco sexo – porque eles estão tristes e se odeiam!

Testosterona é uma ferramenta e uma bela ferramenta por sinal – é uma pena que o estilo de vida e dieta modernos (por exemplo, a soja) geralmente abaixam níveis de testosterona nos homens. A testosterona ajuda homens a conseguirem grandes coisas mas pode ser usada também para o mal – cabe a você decidir como você a usará! Mas uma coisa que certamente nunca irá acontecer é homens causando histeria em massa e se comportando mal por causa de altos níveis desse hormônio, por que ele te deixa na verdade mais calmo. Caras com alta testosterona podem ser calmos, mas não quer dizer que levam desaforo para casa – isto com certeza! É isso que a testosterona faz e é por isso que a sociedade e mídia feministas trabalham em jornada dupla para garantir que homens tenham baixos níveis dela; porque caras com alta testosterona não são muito bons como engrenagens industriais! Um artigo com dicas para aumentar naturalmente a sua testosterona pode ser lido aqui.

Anúncios
Esse post foi publicado em Saúde e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s