Mitos e Verdades sobre Nutrição

por Jill Nienhiser, o original está aqui.

Tradução Daniel Castro


Mito:
 Doenças cardíacas são causadas pelo consumo de colesterol e gordura saturada de produtos animais.

Verdade: Durante o período de crescimento das doenças cardíacas nos EUA (1920-1960), o consumo americano de gorduras animais caiu mas o consumo de gorduras vegetais hidrogenadas e industrialmente processadas cresceu dramaticamente. (USDA-HNI)

Mito: Gordura saturada entope artérias.

Verdade: Os ácidos graxos encontrados nos entupimentos são principalmente insaturados (74%), dos quais 41% são polinsaturados. (Lancet 1994 344:1195)

Mito: Vegetarianismo é saudável.

Verdade: A mortalidade geral anual de homens vegetarianos é levemente maior do que a dos não-vegetarianos (0,93% vs 0,89%); a mortalidade geral anual de mulheres vegetarianas é significantemente maior do que a das não-vegetarianas (0,86% vs 0,54%) (Am J Clin Nutr 1982 36:873)

Mito: A vitamina B12 pode ser obtida de certas plantas como algas verdes e produtos de soja.

Verdade: A vitamin B12 não absorvida via fontes de plantas. Produtos modernos de soja aumentam a necessidade do corpo pela B12. (NT.: Isto é devido à antinutrientes presentes na soja que se ligam a vitaminas e sais minerais e os retiram do corpo (Soybeans: Chemistry & Technology Vol 1 1972)

Mito: Para uma boa saúde, o colesterol no sangue deve ser menor do que 180 mg/dl.

Verdade: A mortalidade total anual é maior em indivíduos com os níveis de colesterl abaixo de 180 mg/dl. (Circulation 1992 86:3:1026-1029)

Mito: Gordura animal causa câncer e doença cardíaca.

Verdade: Gorduras animais contem muitos nutrientes que protegem contra o câncer e doença cardíaca; níveis elevados de destas doenças são associados a um alto consumo de óleos vegetais. (Fed Proc July 1978 37:2215)

Mito: Crianças se beneficiam de uma dieta com pouca gordura.

Verdade: Crianças em tais dietas sofrem de problemas de crescimento, fracasso em progredir e problemas de aprendizado. (Food Chem News 10/3/94)

Mito: Uma dieta com pouca gordura o fará “se sentir melhor… e aumentar seu prazer em viver.”

Verdade: Dietas com pouca gordura são associadas a maiores níveis de depressão, problemas psicológicos, fadiga, violência e suicídio. (Lancet 3/21/92 v339)

Mito: Para evitar doenças cardíacas, nós devemos usar margarina em vez de manteiga.

Verdade: Quem como margarina tem duas vezes mais doença cardíaca do que quem comem manteiga. (Nutrition Week 3/22/91 21:12)

Mito: Americanos não consumem ácidos graxos essenciais o suficiente.

Verdade: Americanos consume demais de um tipo de Ácido Graxo Essencial (ômega-6 presentes na maioria dos óleos vegetais polinsaturados) mas não do outro tipo de AGE (ômega-3 encontrados em peixes, óleo de peixe, ovos de galinhas bem alimentadas, folhas verde-escuras, e óleos de algumas sementes como linhaça e chia, nozes, e em pequenas quantidades em grãos integrais.) (Am J Clin Nutr 1991 54:438-63)

Mito: Uma dieta vegetariana o protegerá contra a aterosclerose.

Verdade: O The International Atherosclerosis Project descobriu que vegetarianos têm tanta aterosclerose quanto quem come carne. (Lab Invest 1968 18:498)

Mito: Dietas com pouca gordura previnem o câncer de mama.

Verdade: Um estudo recente descobriu que mulheres em dietas com muito pouca gordura (menos que 20%) tinham o mesmo índice de câncer de mama do que mulheres que consumiam grandes quantidades de gordura. (NEJM 2/8/96)

Mito: A “dieta do homem das cavernas” tinha pouca gordura.

Verdade: Através do mundo, pessoas primitivas procuravam e consumiam gordura de peixes e frutos do mar, aves marinhas, mamíferos marinhos, passáros terrestre, insetos, répteis, roedores, ursos, cães, gado, ovelhas, bodes, carne de caça, ovos, nozes e latícinios. (Abrams, Food & Evolution 1987)

Mito: Óleo de coco causa doença cardíaca.

Verdade: Quando o óleo de coco foi usado como 7% do alimento (calorias) para pacientes se recuperando de ataques cardíacos, estes tinham uma melhora maior em relação a pacientes de controle, e nenhuma diferença quando comparados a pacientes que receberam óleos de milho ou cártamo. Populações que consomem óleo de coco tem baixos níveis de doença cardíaca. Este óleo também pode ser um dos mais úteis na prevenção da doença cardíaca devido às suas características antivirais e antimicrobianas. (JAMA 1967 202:1119-1123;Am J Clin Nutr 1981 34:1552)

Mito: Gorduras saturadas inibem a produção de prostaglandinas anti-inflamatórias.

Verdade: Gorduras saturadas na verdade melhoram a produção de prostaglandinas ao facilitar a conversão de ácidos graxos essenciais. (Price-Pottenger Nutrition Foundation Journal 20:3)

Mito: O ácido araquidônico em comidas como fígado, manteiga e gemas de ovos causam a produção de prostaglandinas inflamatórias “ruins”.

Verdade: Prostaglandinas série 2 que o corpo faz a partir o ácido araquidônico tanto encorajam quanto inibem a inflamação, dadas as circunstâncias apropriadas. O acido araquidônico é vital para a função do cérebro e do sistema nervoso. (Price-Pottenger Nutrition Foundation Journal 20:3)

Mito: Carne de boi causa câncer no cólon.

Verdade: A argentina, com um alto consumo desta carne, tem menores índices de câncer no cólon do que os EUA. Mórmons têm menores índices deste câncer do que os vegetarianos Adventistas do Sétimo Dia (Cancer Res 35:3513 1975)

Anúncios
Esse post foi publicado em Nutrição, Saúde e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s