Elimine a mentalidade da pílula mágica

por Ludvig Sunström, o original está aqui.

Tradução Daniel Castro.

Eradicating the Magic Pill Mentality

Proibidas Pílulas Mágicas

Quer ter uma barriga de tanquinho em apenas três semanas?

Quer ganhar muito dinheiro em pouco tempo usando uma estratégia secreta da elite?

Quer ter poderes psíquicos, ou melhor ainda, poderes psíquicos que permite você conquistar seu parceiro amoroso ideal?!

“É claro cara, eu quero isto tudo e uma lata de coca com pizza também!”

Merda, eu acho que eu gostaria disto também… ou na verdade não?

Na verdade eu não quero, porque eu eliminei há muito tempo a mentalidade da pílula mágica do meu processo mental.

Fazendo mais com menos

Falando historicamente, os seres humanos gradualmente aprenderam a fazer mais com menos. Não somente isto é uma parte de nossa cultura, mas eu suspeito que seja parte da evolução– e está ligado em nosso DNA.

Isto É uma parte do estrutura heurística de como nosso cérebro evoluiu para tomar decisões.

Fazer mais com menos é a fundação da tecnologia, da inovação, e tem sido fundamental para melhorar nossas condições de vida.

É a base da economia também, conforme nós aprendemos a usar menos recursos para produzir mais valor e assim desperdiçar menos energia.

Você poderia também ver a perspectiva econômica de fazer mais com menos em ditados como: “compre na baixa, venda na alta”.

Fazer mais com menos teve um grande papel em trazer a humanidade aonde ela está hoje.

Mas a mentalidade–(se você puder chamá-la assim)– de fazer mais com menos pode ser prejudicial a você. . .

. . .Especialmente quando falamos sobre desenvolvimento pessoal, disciplina e consistência a longo prazo; e esta mentalidade negativa está muito disseminada na grande sociedade.

Eu chamo isto de a mentalidade da pílula mágica.

Pessoas operando sob a influência da mentalidade da pílula mágica demonstram dois tipos proeminentes de pensamento e comportamento:

  1. Elas pensam ser mais competentes do que elas realmente são. Quando as coisas não vão do modo que elas queriam, estas pessoas procuram por problemas externos ao invés de olhar para dentro para descobrir se algo está errado, e então encontrar a causa raiz. Por exemplo, se alguém não gostar delas elas podem pensar que há algo errado com suas roupas ao invés de admitir o fato de que elas têm uma personalidade desagradável.
  2. Uma vez que elas identificam algo externo que elas pensam precisar, elas acreditam que sua vida seria perfeita se apenas elas tivesse aquilo.

Em ambos os casos a mentalidade da pílula mágica é evidente naquilo que a pessoa faz para mudar o foco de si mesmas para outra coisa, para remover o desconforto causado por uma situação que está em conflito com o modo como elas se percebem.

Você pode dizer que elas têm um ego frágil. Ou um cérebro fraco, incapaz de sair da homeostase.

Pessoas que são iludidas por esta mentalidade pensam que elas conseguirão sucesso e felicidade somente se elas conseguirem achar um método secreto para fazer algo. . .

. . . Ao invés de realmente investir o tempo e o esforço necessários para ficar bom em algo e receber o que você merece de volta.

(Por que você pensa que a indústria e propaganda da Lei da Atração foram tão bem sucedidas?)

Agora, isto nos leva a…

A Lei da Compensação

A lei da compensação diz que no longo prazo você recebe o que você investe. É simples assim.

Você pode decidir agir de acordo com isto e se esforçar para aprender a produzir algo de valor para pessoas e acreditar que isto valerá a pena no longo prazo. . .

. . .Ou, você pode ir a um seminário de como “manifestar seus desejos” toda semana até que você os realize.

Eu preferiria a primeira opção.

Muitas pessoas agem como se elas fossem sérias sobre isto e aquilo, quando- na verdade- elas não são. Elas estão se iludindo.

O quanto você quer se tornar grande?

Teste a si mesmo:

Eu quero esclarecer que a lei da compensação não contradiz o ditado trabalhe mais esperto, e não mais duro e nem contradiz as várias estratégias de produtividade, como focar no 80/20.

Muitas pessoas cometem o erro de pensar que cada uma dessas mentalidade é “a correta”.

Mas elas não são mutuamente exclusivas.

Você deve somá-las; trabalhar duro e criar disciplina e também trabalhar espertamente e descobrir soluções inovadoras para os problemas das pessoas.

A Solução para a Mentalidade da Pílula Mágica

A solução para a mentalidade da pílula mágica é a de uma doença mental. . .

. . . Algo do qual você se cura– e nunca olha de novo para trás.

Soa como se fosse fácil. Mas não é para a maioria das pessoas.

É por isto que infomerciais vendem.

As pessoas realmente são estúpidas o suficiente para acreditar neles- e compram produtos “mágicos” que PROMETEM resultados bons demais para serem verdade.

Mas se algo parece bom demais para ser verdade, provavelmente ele é.

Mas a pessoas gorda e extremamente preguiçosa que teme treinar seu corpo mais que quer perder peso NÃO vê a situação deste modo.

É tão óbvio para todos que a Sarah Pateta irá falhar miseravelmente em sua nova dieta milagrosa. Também é óbvio que Simon Preguiça irá falhar com seu marketing multinível.

Mas nem Sarah nem Simon poder perceber isto.

Porque eles estão com a mentalidade da pílula mágica; eles pensam que isto ou aquilo vai resolver seus problemas, sem esforço.

Mas não irá.

Nada irá.

Nada externo, pelo menos.

Seus problemas provém de seu caráter fraco e de sua inabilidade em manter consistência.

O Caminho para a Maestria

Nos anos 60 e 70 quando a Filosofia Oriental, Zen, e adoração a gurus se tornaram populares, muitos ocidentais foram para a Ásia para se tornarem “espirituais”. Elas viajaram para ficar em ashrams ou para peregrinar.

Para algumas destas pessoas – como Steve Jobs – isto se tornou uma experiência que mudou vidas e pôde ser chamada de sucesso, de uso produtivo do tempo.

Mas para muitos outros esta experiência foi um “fracasso”.

Você pode adivinhar por quê?

Foi porque elas foram para lá com a esperança de conseguir poderes psíquicos supremos e se tornarem “iluminadas” ao passar um tempo com um guru.

Elas voltaram para casa desapontadas.

Para o segundo grupo de pessoas a espiritualidade, misticismo e quem sabe a ideia de iluminação instantânea, representavam a solução da pílula mágica que resolveria todos os seus problemas.

A distinção chama entre os “bem sucedidos” e os que “fracassaram” foi que o primeiro grupo de pessoas percebeu que a pílula mágica que eles procuravam não existe na realidade. . .

. . . Então eles pararam de procurá-la e como resultado moveram seu foco para aprender algo mais consoante com seu ambiente imediato e em como pensar mais precisamente.

Para muitas dessas pessoas a meditação e uma mente completa se tornaram o caminho para a maestria– aquilo que elas podiam praticar consistentemente e aprender a apreciar mais a medida que elas melhoravam.

Steve Jobs era uma dessas pessoas.

A moral da história é esta: você pode ou procurar sem rumo durante um tempo indeterminado por algum tesouro escondido que você somente ouviu falar sobre, mas nunca verificou (ouvir dizer) ou você pode começar a praticar algo agora e eventualmente acumular seu próprio tesouro, em acordo com a lei da compensação.

Você pode trabalhar num emprego de merda, usar todo seu tempo livre em videogames, mídias sociais, festas, e comprar bilhetes de loteria. . .

. . . Ou você pode usar seu tempo livre para aprender uma habilidade construtiva que para você é interessante, e nos anos seguintes se tornar bom o suficiente para transformá-la em seu novo trabalho, a tempo de subir ao topo em seu nicho.

Ou você pode simplesmente comprar bilhetes de loteria.

Anúncios
Esse post foi publicado em Desenvolvimento pessoal e marcado , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Elimine a mentalidade da pílula mágica

  1. Pingback: Como escrever seus objetivos para o ano novo | Nuvem de giz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s