A parte mais difícil na jornada para a vitória

por J. D. Reuel, o original está aqui.

Tradução por Daniel Castro

“Qual parte da jornada ao seu primeiro milhão de dólares foi a mais difícil para você?”

Não muito tempo atrás, eu estava conversando com meu amigo de longa data e mentor, Sid, sobre sua jornada ao sucesso. Eu não diria que estou em um ponto baixo em minha vida, mas após semanas de trabalho incessantes, eu perco a vontade de seguir em frente. A estrada para o sucesso é longa e árdua e eu preciso que alguém me dê um pouco de senso e que seja alguém para gerenciar minhas expectativas.

Antes, ele me contara uma história sobre um de seus pontos mais baixos em sua jornada, o que foi uma espécie de alerta para mim. Um dia ele estava andando sozinho pela cidade, se sentindo melancólico, e viu um cara sair de um super carro. Ele se aproximou do cara e fez esta pergunta: Valeu a pena?” Em sua mente, ele precisava de alguém para dizer a ele que valia a pena. Que ele estava fazendo algo valioso.

Muitas vezes eu me pego fazendo a mesma pergunta, “Isto tudo vale a pena?” Nossas vidas não passam de um momento, aqui agora e no próximo ela acabou. Nós estamos numa rocha minúscula rodeando a mais minúscula das estrelas. Qual grande propósito poderíamos alcançar. E vale a pena? Escutar sua história me deu um pouco de esperança. Ele não respondeu o que o cara lhe disse, nem como a conversa continuou. Ele disse que isto era um segredo que somente ele saberia.

E foi quando eu perguntei a ele a pergunta que abre este artigo.

“Qual parte da jornada…?”

Ao invés de responder à minha pergunta, ele me contou sobre diversas vezes em que ele achou ter atingido o fundo do poço e nas quais ele quase desistiu. E se ele tivesse seguido a decisão de abandonar seu caminho, ele não estaria hoje onde ele está.

O que me fez pensar: quer você acredite no determinismo ou no livre arbítrio, o tempo passa e ainda assim agimos. E para cada ação há uma reação que por sua vez gera outras reações e afetam onde estaremos no futuro. Sua resposta me atingiu com força porque eu estava aqui agora. Minha situação de então era o resultado dele não ter desistido naquele momento. Quem sabe quem mais vai se sentir assim sobre mim no futuro? Eu devo a mim mesmo não desistir do meu caminho e seguir em frente.

Como usual, haviam lições que eu tirei da conversa– lições que eu precisava para atingir o próximo nível.

Cultive Bons Hábitos

Falando claramente, a maioria das pessoas à sua volta não valem o seu tempo. A razão pela qual pessoas pobres continuam pobres é porque elas se recusam a mudar suas circunstâncias de merda. Nós somos o resultado de nossos hábitos, se você ajuda um homem endividado a pagar suas dívidas, você não vai resolver o problema. Infelizmente, as pessoas hoje em dia fazem caridade ou filantropia para ajudar aos pobres– quando elas próprias não conseguem se sustentar. É exatamente o caso de dar o peixe ao invés de ensinar a pescar.

Sid me contou como pessoas pediam dinheiro a ele para pagar suas dívidas somente porque ele podia. E quando ele recusava, elas pensavam que ele era um fdp. Elas simplesmente não entendem. As pessoas pensam que “se eu fosse rico, eu doaria para a caridade.” Mas por que? Por que você negaria a alguém a oportunidade de cultivar hábitos positivos e sair por conta própria de sua própria merda? É como dar dinheiro a um apostador para pagar suas dívidas: ele ainda assim voltará a praticar os mesmos hábitos.

Eu não estou dizendo que é fácil, mas é possível– e todos os dias nós tomamos decisões que afetam nossos futuros. Eu seria o primeiro a admitir que não tomo as melhores decisões. Especialmente após ouvir sobre a sua jornada, eu percebi que a quantidade de esforço que eu gasto ao me desenvolver não é nada comparado ao que ele fez para ele chegar aonde ele está hoje. Noites quase sem dormir trabalhando em seus negócios, seis dias por semana. Quantos de nós estamos dispostos a nos esforçarmos tanto para sermos bem sucedidos? Eu tenho certeza que eu não, mesmo querendo.

Elimine Bobagens

Isto significa eliminar pessoas que te atrasam e atividades que desperdiçam seu tempo.

Houve um período de tempo quando o Sid desapareceu totalmente de nosso grupo. Isto foi quando ele estava trabalhando duro para se tornar um mestre em seus negócios. Eu não era muito próximo a ele então mas por dois anos ele literalmente desapareceu.

Porém, quando ele voltou, ele havia feito o necessário. Ele havia feito tudo o que tinha de fazer e agora ele havia voltado para nos ajudar a chegar onde ele está. Ele cortou a floresta, fez sua própria trilha, e voltou por nós. A maioria das pessoas viria isto como abandono, mas naquele ponto ele provavelmente sabia que nós não estávamos prontos a seguir em frente ainda. E ele teve de tomar a decisão de seguir em frente sem nós.

O caminho a frente foi duro, mas é por isto que ele teve de ser duro também. Isto significou ser um “fdp” para muitas pessoas que ele sabia que nunca entenderiam sua jornada. Muitas pessoas muitas vezes se perdem na mesquinharia superficial da vida cotidiana. Mesmo coisas aparentemente sem problemas como encontrar amigos para um jantar e “colocar as notícias em dia” pareciam uma perda de tempo. Era assim tão brutal que teve de ser. Fofocas e trivialidades foram totalmente retiradas de sua vida, e ele focou no que tinha de fazer: conquistar a maestria.

Isto significou relações abaladas, e ser “mal entendido” por pessoas. Mas isto importou? Não. Ele teve de fazer o que ele teve de fazer.

Na estrada para o sucesso não há espaço para bobagens. Você tem de dar seu 100%. Ele demorou um ano para alcançar seu objetivo, o que foi muito mais rápido do que eu esperava. Mas ele foi um exemplo clássico da regra das 10.000 horas. Para alguém que não tinha circunstâncias excepcionais ou talentos inatos, ele conseguiu muito mais do que podemos imaginar simplesmente com puro trabalho duro e cortando as coisas sem sentido de sua vida.

Um Passo de Cada Vez

Scar me falou sobre o livro entitulado “The One Thing” (A Coisa Número 1, em tradução livre). É curto mas realmente, realmente bom que advoga a ideia de fazer UMA coisa com um foco extremo é o que irá te deixar mais próximo de seus objetivos. Tenha um destino, então divida o caminho em partes, em termos de semana, mês, hoje, e agora. O que devo fazer agora que irá iniciar a sequência de eventos que irá me deixar mais próximo do meu objetivo número UM– o objetivo que irá fazer todo o resto mais fácil ou desnecessário.

Ouvindo a história de Sid, eu percebi que ele fez exatamente isto. Ele cortou tudo que era desnecessário e sacrificou muito para ter tempo de focar na coisa número UM que o levaria a seu objetivo. Ele sonhou grande, e ainda está tentando chegar mais longe. Nós perdemos muito de nossas vidas dividindo nossa atenção e checando itens das nossas listas “por fazer” para então podermos dormir à noite. Nós não damos 100% naquilo que fazemos, nossas mentes estão sempre em outra coisas, seja no Facebook, nas garotas com quem trocamos mensagens, ou outras coisas fúteis.

Eu admito que faço isto também. Eu não tenho o luxo de deixar tudo o mais de lado e focar naquilo que eu gosto de fazer- que é a sedução– mas eu não diria que eu não tenho escolha. Após ler o livro, eu olhei para minha vida e percebi que mesmo enchendo meus dias com escola, trabalho, encontroa e amigos, eu não me sinto muito mais próximo de meu objetivo a cada dia que passa.

Isto é algo que eu tenho de trabalhar e mudar, e com esperança você também verá o valor de focar em uma coisa, eliminando bobagens da sua vida, e cultivando hábitos positivos para se projetar na trajetória correta.

Uma jornada de mil milhas começa com o primeiro passo, mas o primeiro passo na direção incorreta irá te deixar a duas mil milhas de seus objetivos.

Dê o primeiro passo na direção correta.

Anúncios
Esse post foi publicado em Desenvolvimento pessoal, Motivação e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s