Darwin não comia pão integral

por Daniel Castro

O que você faria se fosse um coelho, ameaçado por uma raposa? Bem, suspeito eu que a sua resposta, seja correr, se esconder, em último caso lutar, mas qualquer que seja ela, provavelmente ela envolve locomoção. Grãos, por outro lado, são não só estáticos, como contém dentro deles todo o material genético necessário para a germinação de uma nova planta. Deste modo, é de se pensar que o que os grãos utilizaram de modo geral para sobreviver a predadores. De fato, grãos, apesar de serem estáticos, tem dentro de si uma miríade de defesas, e se você os comer, estas defesas podem estar minando sua saúde.

“Não é a espécie mais forte que sobrevive, nem a mais inteligente. É a que se adapta mais a mudanças.”

Exemplos:

Glúten, o mais famoso dos mecanismos de defesa. O glúten é principalmente conhecido por causa da doença celíaca, uma intolerância exacerbada ao mesmo que pode causar até a morte. Mas mesmo para quem não possui a intolerância ao glúten, ele é perigoso podem causar desde inflamações nas paredes intestinais até doenças neurológicas como depressão, Alzheimer e outras. O livro Grain Brain, de David Perlmutter, é um excelente livro sobre os danos que grãos podem causar ao cérebro.

Lecitinas, outro mecanismo de defesa das plantas que pode causar danos intestinais, ou causar resistência à leptina (o hormônio que regula a fome), que por sua vez pode desencadear a obesidade.

Fitatos, ou ácido fítico, é um composto presente em grãos que se liga a sais minerais como o magnésio, cálcio, zinco e ferro. Por não serem digestíveis por seres humanos, eles ao se ligarem a estes minerais, o serão excretados junto com eles. Ou seja, você correr o risco de ficar deficiente nos sais minerais citados, ao invés de estar se nutrindo, ao comer comidas baseadas em grãos.

Saponinascomo o nome indica, são componentes semelhantes a sabão, cuja função é dissolver a membrana celular de eventuais predadores da planta. Sendo assim, elas podem abrir buracos em nossa parede intestinal (nossas membranas celulares são formadas por substâncias gordurosas que interagem com as saponinas e são modificadas por elas), permitindo que diversas substâncias prejudiciais entrem na corrente sanguínea. Espero que você não coma sabão, então provavelmente você vai querer se afastar de tudo que contenha essa substância. Além dos conhecidos grãos como trigo e cevada, outros vegetais sem glúten como feijões, soja, amendoins, quinoa, amaranto e chia contém saponinas, então tome cuidado com estes também.

Por outro lado, outros seres vivos estáticos tem mecanismos de defesa diferentes dos dos grãos, o que os torna relativamente seguros de serem consumidos. Por exemplo, nozes também são sementes, porém sua proteção é a casca dura, e se a eliminarmos eles se tornarão seguros. Frutas por outro lado, não tentam proteger suas sementes da ingestão, mas a estimulam através da polpa doce que atrai animais que posteriormente defecarão as sementes intactas.

Finalizando, quero relembrar que evoluímos para sermos majoritariamente carnívoros, e que a principal razão pela qual ouvimos tanto falar nas supostas benesses do consumo de grão integrais, é porque eles são extremamente baratos em relação às comidas de verdade,não estragam com facilidade, e permitem margens de lucro enormes para as companhias de fast food e junk food. Nos próximos posts provavelmente irei traduzir artigos falando sobre alguns destes antinutrientes, até lá fica mais uma recomendação para que cortem os grãos de suas dietas.

Anúncios
Esse post foi publicado em Nutrição e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Darwin não comia pão integral

  1. Pingback: Menos ruins, mas não bons: Pseudogrãos e Grãos sem Glúten | Nuvem de giz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s